Tesouro Nacional: contas da Bahia estão entre as mais bem avaliadas
As contas do estado do ano passado tiveram duas notas A, para Liquidez e Poupança Corrente, e uma B, para Endividamento

REDAÇÃO BAHIA DIA A DIA - 22/09/2022 - 13:50
Link

A Secretaria do Tesouro Nacional (STN), órgão técnico do Ministério da Economia, informou que a Bahia manteve a nota B na avaliação da Capacidade de Pagamento (Capag), e permanece entre as administrações estaduais com melhor desempenho do país no que diz respeito à situação fiscal. As contas do estado do ano passado pontuaram bem em todas as três categorias avaliadas, obtendo duas notas A, para Liquidez e Poupança Corrente, e uma B, para Endividamento.

Segundo a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), a avaliação, realizada pelos técnicos do Tesouro Nacional, constitui um importante indicativo para a aferição do equilíbrio fiscal dos entes federativos. Além disso, de acordo com a legislação, apenas estados e municípios com notas A e B na Capag encontram-se aptos a contar com o aval  da União na contratação de operações de crédito.

A lista completa ainda não foi divulgada. Ao tornar públicas as avaliações de 2021, a STN relacionou três estados com nota A na Capag, e outros 12 com a nota B, entre os quais a Bahia. O ranking trazia ainda 11 estados com notas C e D, ou seja, sem acesso ao aval da União para operações de crédito, e um último com a situação suspensa na Capag.

Evolução na Poupança Corrente

A Sefaz indicou que para uma evolução na nova avaliação da Bahia, as as notas divulgadas em 2021: neste último ano, o estado cresceu de B para A na categoria Poupança Corrente.

Segue no mesmo patamar das notas da avaliação anterior nas duas outras categorias. A Bahia manteve a nota A para Liquidez, tópico que relaciona as obrigações financeiras e a disponibilidade de caixa. E permaneceu com a B para Endividamento. Nesta categoria, é aferida a proporção entre dívida consolidada e a receita corrente líquida. Com informações do Bahia.ba

MAIS NOTÍCIAS